quarta-feira, 24 de maio de 2006

Dizer Não...

... às vezes é difícil. Sempre tive esse defeito.
Ponderar... deixar a poeira baixar... deixar subentendido.
Aqui o subentender é esconder do outro aquilo que devería ser dito, mas pode trazer problemas maiores e até machucar alguém.
Vivo fazendo isso.
Deixando subentendido.
Mesmo assim sempre dou um jeitinho de magoar alguém. Não faço de propósito, mas...
Ouvir alguém dizer que ama você e não sentir o mesmo me faz agir assim.
Nunca sei o que fazer.
Ou o que dizer.
Na minha cabeça fica girando o mantran "ai meu Deus, ai meu Deus, ai meu Deus..."
Pela boca não sai uma única palavra por instantes. Quando finalmente sai... Mais uma tentativa frustrada de amenizar as coisas.
Sempre fui ruim nisso.
SEMPRE!
Pior ainda é quando eu sei o que tá rolando, mas a pessoa não fala.
E eu muito menos!
Deixa quieto!
Mas será que tô alimentando? Será que a pessoa vai se machucar ainda mais depois?
Mas que droga!
O que eu faço agora???
Finjo que "tá tudo bom e nada presta" (frase roubada do repertório da Drª Nini)? Dou uma de beto-sem-braço?
Falo logo: Nem adianta que não vai rolar??? (seria a escolhida por mim num momento de lucidez, mas esta me falta na hora que preciso).
Céus!!!
Vou andar com a listagem de todos os meus defeitos (se duvidar ainda invento alguns) pendurada na testa pra ver se evito esse tipo de saia justa...

6 comentários:

lennon disse...

Se vc realmente não sente, não deve mentir. Mas se puder dizer a verdade e puder ao mesmo tempo explicar o porquê vc não sente o mesmo, talvez mostrando um ponto em que ela possa melhorar para que então possa te conquistar talvez vc consiga dizer a verdade de forma construtiva, e não como um soco no estômago(é ruim não ser retribuído, ao menos deixa uma pista de como melhorar).
Conselho ruim? não sei. foi o que me veio à mente. espero que te ajude.
beijos...

Nadine disse...

Valeu pela força, mas não é que essa ou qualquer pessoa tenha que melhorar pra que eu venha a gostar dela. Eu já sou apaixonada por outra pessoa, mas vamos supor que não fosse... não acho certo virar pra alguém e dizer "acho bom saber que pra ficar comigo vai ter que mudar..." e cuspir uma lista de "defeitos". Acho que se for pra gostar de alguém tem que ser do jeito que a pessoa é. Acho um erro tentar mudar uma pessoa pra que você possa aceitá-la.
Quando você já gosta de alguém e acredita que se ela mudar determinadas posturas vai alcançar mais rápido seus objetivos e vai conseguir ser cada dia mais feliz, aí sim acho válido sugerir. E mesmo nesse caso não creio que deva ser feito com tom de barganha do tipo: se você fizer isso eu fico com você.

O fato é que não há nada que a pessoa em questão possa fazer (até porque eu considero muito e aoro a companhia, mas não rola) e talves a porta esteja fechada porque já tem alguém ocupando o espaço que esta almeja.

lennon disse...

O lance é amoroso? se for faz sentido. mas não quis dizer algo no sentido de barganha, é que achei que vc não gostava dela por algum motivo forte, por isso pensei nessa idéia. se o lance for relacionamento, vale aquilo que vc escreveu, dizer que esse lugar está ocupado. (Não deve ser a primeira vez que essa pessoa passou por um amor platônico, acho que ela vai sobreviver, fala com jeitinho).
mudando de assunto, já me mudei. quando quiser, pode aparecer, e dormir lá se for de sua vontade. O convite está feito.
Saudades suas viu?
Beijos...

Samara L. disse...

Deve ser mesmo complicado. Não te darei conselhos, porque eu estou sempre do outro lado da declaração...
Saudades de ti, moçoila. Beijocas

Omni disse...

Hello from the United States!! :-)

Omni

Zârck. disse...

Un saludo desde España. Me ha parecido muy interesante tu blog.
Visita mi Jardín.